Cursos e workshops!, Descanso para os olhos, Design de interiores, estamparia, Inspiração, Moda, Testes de cor

O fenômeno da COR e seus mistérios

Curso Projetando com a COR / Universo da Cor, São Paulo, mar2014

A percepção da cor é um fenômeno decorrente da especialização da visão humana, também presente em outras espécies de animais, como pássaros, primatas, insetos e peixes.

Por ser a cor inerente ao nosso universo visual, às vezes não nos damos conta de como a sua percepção é suscetível a alterações e efeitos curiosos.

 

Mas quem faz uso constante das composições de cores em seus projetos sabe como dá trabalho elaborar combinações agradáveis, evitar situações ofuscantes e balancear os contrastes.

Frequentado por designers, fotógrafos, arquitetos e profissionais da moda, o curso Projetando com a COR amplia a percepção das relações entre as cores a partir das constatações da neurociência e contribui para a elaboração de composições sedutoras, assegurando a boa legibilidade dos contrastes de cor. É essencial para quem precisa garantir o conforto visual, sem perder horas e horas com o método da tentativa e erro.

Não se trata de um curso que oferece receitas prontas de combinações de cores, mas de um treino visual que permite compreender a dinâmica dos contrastes.

Curso Projetando com a COR / Universo da Cor, São Paulo, set/2013
Curso Projetando com a COR / Universo da Cor, São Paulo, set/2013

É muito gratificante para mim, que ministro esse curso há mais de 14 anos, observar o espanto e a descoberta na expressão dos alunos durante os exercícios com placas coloridas (kit Projetando com a COR).

O sorriso e a satisfação desses profissionais das áreas de comunicação visual, ao perceberem o alcance de conceitos como “contraste simultâneo” ou “interatividade cromática”, é sem dúvida o que mais me estimula nesta atividade didática.

Curso Projetando com a COR / Universo da Cor, São Paulo, set/2013
Curso Projetando com a COR / Universo da Cor, São Paulo, set/2013

A próxima turma será agora em final de agosto:
Últimas vagas – sexta e sábado, 29 e 30/agosto/2014, no Universo da Cor, em São Paulo!
*Obs.: Aproveite para pagar a matrícula com desconto até o dia 31/julho!

Mais informações (valores, inscrição e matrícula):
http://www.universodacor.com.br/cursos-e-eventos/68/programa/projetando-com-a-cor.html

Veja, aqui mesmo no Blog, + fotos das últimas turmas

Curso Projetando com a COR, realizado em março/2014 no Universo da Cor Centro de Estudos e Pesquisas sobre as Cores
Curso Projetando com a COR / Universo da Cor, São paulo, mar/2014

Conheça outros cursos oferecidos pelo Universo da Cor, em São Paulo!

Cursos programados
http://www.universodacor.com.br/cursos-e-eventos
Cursos em breve:
http://www.universodacor.com.br/cursos-e-eventos/programas/em-breve.html

Cursos e workshops!

Para combinar as cores é preciso conhecê-las de perto

No próximo sábado, 5 de outubro/2013 das 9 às 17h, acontece o Workshop Círculo Cromático no Universo da Cor, em São Paulo. Uma vivência imperdível para quem quer conhecer os mistérios das misturas de pigmentos (Obs.: e não é preciso ter habilidade com pincel e tintas para participar).
Ainda dá tempo de se inscrever: últimas vagas!

ban_circulo_1

O Workshop círculo cromático acontece regularmente no Universo da Cor em São Paulo. Saiba mais sobre próximas datas, programa e valor deste curso!

A cor na arte, Livros I COR

A cor no processo criativo

Já em sua 4ª edição, “A COR NO PROCESSO CRIATIVO” é um livro bastante conhecido em escolas de arte e design.

No ano de seu lançamento pela editora Senac-sp, em 2006, foi selecionado pelo Museu da Casa Brasileira para a exposição do 20° Prêmio Design na categoria trabalhos escritos.

Sinto uma grande satisfação em relação a este trabalho, principalmente quando estudantes, arquitetos, designers ou consultores de imagem me contam o quanto a sua leitura lhes foi útil e esclarecedora.

Trata-se em síntese de um livro sobre a cor que aborda os processos criativos. O texto é bastante acessível e parte de muitas imagens para falar de Goethe, da Bauhaus e seus mestres pintores.

Na época da pesquisa de mestrado, eu criei ilustrações e esquemas cromáticos para compreender e expor as teorias de Itten, Kandisnky, Klee e Albres. Acredito que este esforço para redesenhar os esquemas gráficos destes mestres da cor tenha contribuído para tornar o livro mais didático e interessante.

Voltado à atividade criativa, o livro oferece uma visão abrangente do uso das cores que não se restringe apenas aos aspectos técnicos ou físico-químicos do fenômeno cromático, nem recai no dogmatismo das superstições e preconceitos que cercam a maior parte das publicações sobre psicologia das cores.

Procurei compreender os processos de assimilação das cores pelo sistema visual humano, assim como fizeram Goethe e os mestres da cor. As teorias da Bauhaus relatadas no livro nos mostram como as relações entre as cores que caracterizam o nosso sistema visual podem ser apropriadas pela linguagem plástica para cooperar com a transmissão de sentimentos, sensações e mensagens.

Para uma apresentação mais completa do livro, transcrevo a seguir o release da primeira edição, providenciado na época do lançamento pela editora Senac-sp:

“A cor é um fenômeno que exerce fascínio, desperta interesse e deslumbramento nas pessoas. Quem trabalha com fotografia, arte, cenografia ou qualquer área da comunicação visual conhece sua importância no processo de criação e composição da imagem.

Para mostrar que o estudo das cores pode ultrapassar as abordagens intuitivas ou místicas até então realizadas no Brasil, a arquiteta e urbanista Lílian Ried Miller Barros escreveu A Cor no Processo Criativo – um estudo sobre a Bauhaus e a teoria de Goethe, lançamento da Editora Senac São Paulo para a 19ª Bienal Internacional do Livro, em 2006. A pesquisa inédita no país apresenta um diagnóstico da influência, da percepção e dos sentimentos humanos na escolha dos tons e combinações.

Fruto de uma dissertação de mestrado desenvolvida na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAU – USP), o livro faz uma análise sobre a Bauhaus – famosa escola de design alemã –, que concebeu a cor como ferramenta criativa, pensando-a paralelamente ao ensino das formas. A autora reúne o pensamento de artistas que fizeram parte dessa doutrina como Paul Klee, Josef Albers, Johannes Itten e Wassily Kandinsky, mostrando suas reflexões sobre a comunicação visual e suas metodologias didáticas, que enriqueceram o ensino das artes. Os representantes da Bauhaus uniram questões subjetivas, experiências pessoais e técnicas de libertação criativa às teorias das cores.

A obra também aborda as questões relativas à percepção da cor pelo ser humano e as distorções e adaptações do nosso aparelho visual conhecidas como ilusões de ótica. Uma das premissas da didática da cor na Bauhaus era justamente trazer à tona as leis da percepção visual humana como fator determinante do conceito de harmonia cromática.

Para traduzir estas teorias, a autora desenvolveu e adaptou muitas ilustrações,  algumas inéditas, que facilitam a compreensão do leitor.

Por fim, no último capítulo, o livro investiga a Doutrina das Cores de Goethe, que abriu novas portas para o conhecimento das cores no século 18 e serviu como base para os mestres da Bauhaus e outros estudos que se seguiram. Goethe foi o primeiro a entender a cor como um fenômeno fisiológico e psicológico e não apenas físico como proposto anteriormente por Isaac Newton.”

O livro A cor no processo criativo encontra-se à venda nas maiores livrarias do país.

Valor do livro (sugerido pela editora): R$ 119,00